COLEÇÃO

Op Art

Minha paixão pela Op Arte e a arte cinética já é antiga, mas foi depois da exposição “Op Arte – Ilusões do olhar” que aconteceu em no Museu da Casa Brasileira em 2015, que comecei estudar o tema profundamente. O branco e preto e o traço dispostos nos lugares corretos com muita matemática trazem o dinamismo e o movimento para essa coleção de pratos, vasos, potes e luminárias que agregam muita contemporaneidade.